SAÚDE

Dr. Layron Alves | Hábitos cotidianos podem interferir na saúde dos seus ombros



Diversas atividades cotidianas, sejam simples ou complexas, só são realizadas com o esforço da articulação mais flexível do corpo humano, a dos ombros. No entanto, essa parte do aparelho musculoesquelético é a que mais sofre com complicações, conforme a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, por isso, é importante incluir atitudes de prevenção no dia a dia para potencializar a saúde desta região.

A dor nos ombros é uma das queixas mais comuns em consultas médicas e, de acordo com o ortopedista especialista em cirurgia do ombro e cotovelo e sócio da Clínica LARC, Dr. Layron Alves, esse desconforto pode ser causado de forma traumática, relacionada a lesões, choques ou movimentos com intensidade mais brusca, ou então atraumática, que geralmente está associada ao envelhecimento das estruturas que preenche essa articulação, como a cartilagem e os tendões.

“Muitas pessoas associam a dor no ombro apenas à população acima dos 45 anos, mas a repetição de movimento e até mesmo a má postura podem despertar esse incômodo em pessoas de qualquer idade e pode aparecer após a rotina de treinos físicos, durante a prática de algum esporte como corridas ou em função da ergonomia de trabalho, ou seja, as condições das tarefas profissionais, sendo muito comum em quem exerce a profissão com apoio do computador”, destaca o Dr. Layron.   

O ortopedista explica que as dores são classificadas em aguda ou podem evoluir para um quadro crônico. 
“Na maioria dos casos, a sensação de incômodo pode durar por um período curto, mas pode se tornar frequente e afetar de forma considerável a qualidade de vida. Além disso, o desconforto pode ser localizado ou irradiar para outras regiões do corpo, como cotovelo e pescoço”, pontuou.

E, para evitar o surgimento de problemas nos ombros, o cuidado com a postura é essencial. 

“Essa é uma articulação muito sensível em casos de manter a coluna de forma inadequada, pois perde harmonia e estabilidade, sobrecarregando a articulação. Além disso, o estresse também pode interferir na saúde ortopédica, pois deixa o corpo tensionado e rígido, manifestando quadros de dor e, claro, é importante dedicar alguns minutos da rotina às atividades físicas, pois os exercícios são aliados valiosos para proporcionar alívio ao organismo e, em situações de incômodos, fazer compressas com apoio de bolsa de água quente ajuda trazer relaxamento muscular e articular”, orienta o dr. Layron.

Apesar das dicas, o médico deixa um alerta: se a dor se tornar intensa é necessário procurar ajuda médica para investigar o diagnóstico do problema. 

“Há diversos tratamentos que podem ser feitos no próprio consultório, como as infiltrações, procedimento feito por meio de injeções de medicamentos nas articulações, nos músculos ou nos tendões que tenham sofrido algum tipo de trauma ou estejam em processo inflamatório. Além de ser uma técnica rápida, com duração de 20 a 30 minutos, o paciente tem um retorno normal para casa logo após a aplicação”, finaliza o médico.
  
Sobre o especialista
Dr. Layron Alves é ortopedista e especialista em cirurgia do ombro e cotovelo, membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo (SBCOC). O especialista é preceptor efetivo da residência médica do Hospital Ipiranga SP e membro do grupo de cirurgia do ombro e cotovelo da Faculdade de Medicina do ABC.

www.instagram.com/drlayronalves




VEJA TAMBÉM