ACONTECE

Instalação no Beco do Pinto questiona desenvolvimento urbano na área central de São Paulo
CARONTE 7 Voltas, de Maurício Adinolfi, utiliza nascente que se encontra embaixo da construção histórica para discutir as modificações realizadas na região e situação dos rios na cidade



Sede do Museu da Cidade de São Paulo, o Solar da Marquesa de Santos – edifício localizado no centro histórico de São Paulo, residência de uma das mais polêmicas personalidades do Império brasileiro, Domitila de Castro, amante de Dom Pedro I –, foi construído em cima de um braço afluente do rio Tamanduateí, que servia como pequeno porto no período colonial. O artista Maurício Adinolfi, recupera a água da nascente que desagua no rio e a redireciona para sua instalação "CARONTE 7 Voltas", montada no Beco do Pinto, localizado ao lado do Solar, em exposição até 20 de março de 2022.

"CARONTE 7 Voltas" é uma instalação constituída pela proa de um barco de madeira antigo danificada pelo uso e suspensa por uma talha, instalada em uma estrutura de madeira a uma altura aproximada de sete metros. Um sistema com motor bomba d'água e encanamento vermelho que sobe pela escadaria é fixado no topo da parte interna da embarcação, utilizando a água desviada da nascente (mantendo o fluxo fluvial original) para escorrer pela estrutura e cair no chão do Beco do Pinto, retornando ao rio pela canalização interna.

O trabalho, vencedor do edital Premiação por Histórico de Realizações em Artes Visuais do ProAC Expresso LAB nº 51:2020 da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, faz parte de uma longa pesquisa do artista, que consiste em investigar as estruturas náuticas históricas, o deslocamento das embarcações na paisagem, sua ressignificação simbólica e as questões temporais ligadas à memória e constituição urbanística. Caronte, que serve de título à instalação, é também o nome dado ao mitológico barqueiro que carrega as almas daqueles que acabaram de morrer pelo rio Estige em direção ao inferno de Hades.

Cenário e contexto

A região onde está́ instalada a obra "CARONTE 7 voltas" faz parte de uma geografia historicamente alterada de acordo com necessidades e justificativas do desenvolvimento da cidade, sofrendo transformações constantes e nem sempre organizadas, privilegiando a ocupação automotiva, pavimentação e canalização dos rios, trazendo vários problemas ambientais e sociais. Antes dessas políticas urbanísticas, o rio Tamanduateí́ serpenteava a região dando sete voltas numa área entre o Mosteiro São Bento e o Beco do Pinto, irrigando e alimentando a vegetação. Durante os períodos intermináveis de obras, acabou por sofrer seguidos aterros e retificação de curso, o que resultou na situação atual de um rio quase morto. 

O Beco do Pinto, localizado na região central de São Paulo, é uma das 13 unidades do Museu Cidade de São Paulo, que tem como sede o Solar da Marquesa de Santos e inclui entre seus espaços de exibição a Casa da Imagem e a Casa Modernista. O museu trabalha com várias temáticas de áreas como arquitetura, história, antropologia e arqueologia com exposições que sempre se conectam de alguma forma com a cidade, seu território e sociedade.

Sobre o Museu da Cidade de São Paulo 

Vinculado ao Departamento dos Museus Municipais da Secretaria Municipal da Cultura, o Museu da Cidade de São Paulo promove a reflexão contínua das dinâmicas de construção da cidade física e simbólica, retratando a sua diversidade cultural e registrando a memória de sua população. Sua estrutura física é formada por uma rede de casas históricas, construídas entre os séculos 17 e 20 e distribuídas nas várias regiões que representam remanescentes da ocupação da área rural e urbana de São Paulo. São

elas: Beco do Pinto; Capela do Morumbi; Casa da Imagem; Casa do Butantã; Casa do Caxingue; Casa do Grito; Casa do Sítio da Ressaca; Casa do Tatuapé; Casa Modernista; Chácara Lane; Cripta Imperial; Sítio Morrinhos e Solar da Marquesa de Santos. 
 
Serviço

Exposição: CARONTE 7 Voltas, de Maurício Adinolfi
Data: até 20/03/2022
Horário: terça a sexta, das 10h às 16h e nos sábados e domingos, das 10h às 17h
Local: Beco do Pinto – Rua Roberto Simonsen, 136, Centro Histórico de São Paulo
Entrada gratuita




VEJA TAMBÉM



ACONTECE  |   20/01/2022 08h47





ACONTECE  |   20/01/2022 08h23


ACONTECE  |   10/01/2022 08h43