DINHEIRO

Pix terá novas regras para aumentar a segurança dos usuários
Entre as medidas está o limite de R$ 1.000 para transações no horário noturno

Confira o áudio:





Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil

O Pix e outros meios de pagamento digitais sob supervisão do Banco Central terão mudanças para ampliar a proteção e segurança dos usuários. Entre as medidas estão o limite de R$ 1.000,00 para transações no horário noturno, prazo para efetivar o aumento de limite de transações e cadastro de contas que poderão receber Pix de maior valor.

As alterações ainda não têm data determinada para entrar em vigor, mas o Banco Central estima em algumas semanas.

A medida que estabelece o limite de R$ 1.000,00 valerá para operações entre pessoas físicas, incluindo micro e pequenos empreendedores individuais, entre as 20h e às 6h.

Outra alteração é que haverá um prazo mínimo de 24h e máximo de 48h para que seja efetivado o pedido do usuário para aumento de limites de transações, feito por canal digital. Isso vale para Pix, TED, DOC, transferências intrabancárias, boleto e cartão de débito.
 




VEJA TAMBÉM



DINHEIRO  |   21/10/2021 09h08





DINHEIRO  |   21/10/2021 09h01


DINHEIRO  |   29/09/2021 10h15