São Paulo FM

Acessar

CULTURA

Memória e resistência no interior de São Paulo são temas de obra disponibilizada gratuitamente

A obra "Metamorfoses em Quedas D'água", está disponível gratuitamente no site encurtador.com.br/hyQX1 para apreciação em seu formato virtual devido a pandemia do novo coronavírus. Se trata de uma "fanzine" desenvolvida pela aluna Maiara de Proença Bernardino do curso de licenciatura de Geografia da UFSCar Sorocaba em conjunto com o graduando João Paulo Bernardino do curso de Comunicação Social da FIAAM-FAAM de São Paulo.

 A expressão cultural Fanzine, na contemporaneidade considerada como arte visual, remonta processos históricos anteriores da nossa sociedade, tendo sido primeiramente experimentada nos EUA na década de 1920, de carácter moderno e underground, buscou fugir um pouco da hegemonia de produções culturais já comumente praticadas na sociedade de massas. Desta maneira, marcou o cotidiano de jovens "marginalizados" por uma sociedade que buscava um padrão único de experienciar a arte, sendo um principal expoente de resistência e produção cultural daqueles(as) que estavam à margem. No Brasil, as primeiras expressões da Fanzine surgem em 1965 na cidade de Piracicaba, no contexto da ditadura militar brasileira, com influências notadamente das produções estrangeiras onde obteve grande influência da cultura e arte urbana representadas pelo movimento punk.

Assim, a "zine" como abarca a produção cultural e artística de pessoas majoritariamente periféricas da sociedade abre campo à democratização da produção artístico-visual no município, em vistas de não ser pautada em fins lucrativos e constituir espaço para uma forte articulação comunitária, pois seus produtores encontram-se na margem do sistema e experienciam na "zine" maneiras de mostrar sua arte combatente e militante.

A obra "Metamorfoses em Quedas D'água" tem como tema principal a aflorar a memória e resistência omitida da classe popular de Votorantim e região e seus movimentos de luta no espaço urbano, evidenciando a desigualdade social contida neste território. Reflete ainda sobre o território indígena e a resistência quilombola presente na história passada e recente do município e região.

O trabalho foi contemplado pelo edital de formação cultural da ação emergencial Aldir Blanc de Votorantim e será distribuída gratuitamente às escolas e à biblioteca do município assim que a situação pandêmica se estabilize.

Acesse: encurtador.com.br/hyQX1 




VEJA TAMBÉM